09 janeiro, 2009

Rosa Damascena


O Óleo Essencial que auxilia a cura de traumas e apóia a construção ou restauração da confiança.

Influência de seu aroma: abre o coração e libera estados de raiva, medo, ansiedade, sofrimento de perda, tristeza, mágoa, ressentimento, fúria e desespero.

A compassiva Rosa cura as feridas emocionais enterradas no subconsciente, aquelas que podem ter sido geradas por condições de rejeição, traição, abandono, maus tratos, abusos físicos, emocionais e ou perdas - muitos profissionais da área da saúde acreditam que tais situações podem ser fontes de tormento psíquico profundos e também geradores de doenças crônicas tais como artrite, reumatismo, disfunções cardíacas, alergias cutâneas e a fibromialgia, incluindo o câncer.

Trauma é a denominação correta para estas situações - se não forem tratados com seriedade, se negligenciadas ou enterradas vivas - ou ainda pior, se forem tratadas como se nada tivesse ocorrido, ou seja, em forma de negação - é certo que jamais contribuirão para com a cura dos traumas, muito pelo contrário, contribuirão para com a construção de sérios danos à saúde do individuo.

É certo que tais atitudes prejudicam seriamente a fantástica capacidade humana de desenvolver amor e afeto – o óleo de Rosa cura, aquece e nutre o coração machucado por vivencias traumáticas.

Infelizmente, é comprovado que muitos indivíduos apresentam histórico de vida com diversos sofrimentos e traumas, que ficaram sem tratamento ou suporte para serem resolvidos adequadamente. Muitas dessas pessoas cresceram em ambientes frios, inóspitos e carentes de amor puro e verdadeiro – geralmente, apresentam incapacidade de demonstrar amor, pois não aprenderam sobre esta energia, sua essência não foi estimulada por sentimentos de amor - não são abertos à expressão do amor, pois não sabem nada sobre este sentimento, que cura e dá vida à humanidade - o mais nobre entre todos - que carrega em seu âmago a beleza, a bondade, a generosidade, a compaixão, a humildade, a franqueza e muito mais...



Segundo o Dr.Peter Chappel, homeopata e especialista em tratamentos de trauma - “Todo trauma esta enraizado na completa falta do amor”. Toda pessoa que sofreu algum tipo de trauma, e este não foi curado, apresenta um grau de tristeza profunda em seus corações. Observa-se também uma relevante propensão à depressão, melancolia, ao pessimismo e, em muitos casos, ao comportamento autodestrutivo.
Este óleo essencial é crucial no tratamento e na cura de traumas profundos, confere suporte para a construção ou a restauração da autoconfiança, da auto-valorização e da auto-aceitação, condições consideradas essenciais para que o indivíduo sinta-se apto e com disposição para aprender sobre o que é o amor, sem a interferência de sentimentos nocivos, mas com disposição e aceitação em relação aos desafios a serem enfrentados com boa vontade.

É o aroma mais indicado para conferir conforto e proteção ao coração, em períodos de enfrentamento de sofrimentos e dor – age como minimizador da dor emocional, conferindo ânimo para que a tristeza vivenciada no coração seja experienciada de forma compreensiva e com atitude de aceitação, pelo fato de que ninguém está imune ao sofrimento e nem tampouco à dor.

Para isto, nos foi oferecido graciosamente, por forças superiores, a rosa provida de seus beneficios terapeuticos, flor esta que esta presente no planeta terra, comprovado por arqueologistas, por mais de 35 milhoes de anos.

A rosa é tambem muito bem indicada para tratar os indivíduos que lidam muito mal - ou têm grande dificuldade – com os sofrimentos, as perdas e todas as situações que lhes possam causar dor; definitivamente, não lidam bem com a DOR.

Freqüentemente, este perfil carrega uma carga de tristeza, ressentimento, mágoas e muitos outros sentimentos nefastos - tudo isto, é claro, muito bem guardado dentro de algum compartimento em seu interior. No momento em que a pessoa deste perfil se decide por não mexer em situações doloridas, ela acredita que não precisará mais lidar com a causa do sofrimento, mas isto tem um custo muito alto para o coração.

Ao se recusar a falar sobre as questões geradoras do desconforto, ou a tratar o problema terapeuticamente, sabe-se que o mal maior será disseminado através do enfraquecimento e a fragilização do coração, que se apresentará ao longo do tempo melindroso, desgostoso, amargo e aflito, até que se torne incapaz de experimentar a alegria genuína, podendo com isto voltar-se para o uso de substâncias de efeito paliativo, que causam a alteração momentânea de seu estado de ânimo. Com muita freqüência o álcool é a opção de conforto e consolo, ou o consumo de alimentos pouco saudáveis.

É sabido que o aroma da Rosa damascena freqüentemente reflete a harmonia ou a desarmonia interna do indivíduo - pode ser usado como um teste rápido para conferir a condição deste equilíbrio.

2 comentários:

Rita disse...

Em primeiro lugar Parabéns pelo seu blog :) há já muito tempo que procurava informação sobre rosa damascena mas tudo o que encontrei era ou incoerente ou pouco sério. No entanto gostava de saber ainda mais...comprei por engano um óleo (caríssimo) de rosa damascena, flor que desconhecia até então. Mas por coincidência acho que não podia estar precisando mais do que estou deste óleo. Mas apesar das indicações no frasco (é da BIOVER) que aconselha ou aplicação directa ou no banho, gostaria de ter mais algumas informações de aplicação. Não existe nenhum profissional de aromaterapia na minha zona...Algum conselho? Obrigada e felicidades!
Rita

Things of the Heart disse...

eu tambem comprei o oleo por engano, na rapidez pensei que fosse rosa mosqueta, entao cheguei em casa e fui pesquizar esta rosa damacena e foi obras da vida, eu preciso muito mesmo deste oleo e talvez como salvar minha vida com ele. nada e por acaso e gracas a deus, todo o conteudo que li em seu blog foi de grandissima ajuda. muito obrigado e que deus te abencoe com muita luz. michely_spa@hotmail.com