22 novembro, 2011

Aromaterapia aplicada no tratamento da celulite - By Penny Price


Matéria publicada no:
"Journal of the International Federation of Professional Aromatherapist" - 
IFPA - In Essence
Volume 10, Number 2 - Autumn 2011. 


O que é celulite? O que causa isto? Penny Price descreve suas caracteristicas e patologia, destaca fatores que contribuem para a condição, e sugere como os óleos essenciais podem ajudar.



Tem se provado pontos de frequente  discordia entre muito profissionais da saúde sobre a celulite.  O debate tem variado entre se a celulite é uma doença ou meramente uma condição  normal para a maioria das mulheres pós-púberes,e,  se é digno de atenção médica ou  nada mais do que uma oportunidade de marketing para os fabricantes de cosméticos

O que é celulite?  

É um acúmulo de água e resíduos de toxina  no tecido conjuntivo que envolve as células de gordura, que por sua vez formam  nódulos. Acredita-se que o processo de celulite  começa com um  acúmulo de toxinas. Este acúmulo faz com que o corpo reaja, retendo água como um esforço para diluir as toxinas e ajudar a promover equilíbrio. O tecido em torno das células de gordura, em seguida, tende a endurecer, aprisionando a água e causando uma aparência "amarfanhado" na carne.


Patologia  

A celulite resulta de muitos eventos complexos que envolvem a epiderme, derme e tecido subcutâneo.  Em seu livro Alem da Celulite - Nicola Ronsard diz que a fomação da  celulite pode ser dividida em fases:
 

- Alterações na permeabilidade vascular que pode levar a edema (quando os tecidos estão  danificados ou inchados, podem pressionar as pequenas veias causando vazamento.
- Alterações metabólicas causada  por edema que pode afetar a eficiência do sistema retículo-endotelial (o sistema que armazena e descarta  toxinas no corpo).
- Desorganização das fibras de colágeno devido a um sistema retículo-endotelial bloqueados, o que pode levar à fomação  de áreas de gordura (celulite). Ronsard 1992.

Quem é afetado?
 
Celulite é visto quase que exclusivamente em mulheres, o que pode ser explicado pelo fato de que homens não têm a mesma estrutura de gordura como mulheres. A estrutura básica do tecido subcutâneo (adiposo) é mais espessa em mulheres do que nos homens, portanto, as toxinas são mais propensas a serem  armazenadas,  e qualquer perturbação para o equilíbrio dos tecido são mais visíveis. Quatro em cada cinco mulheres ocidentais terão alguma celulite, independentemente da forma ou tamanho (Ronsard 1992).
A condição é dito que varia  em gravidade, dependendo da idade e do tempo de vida, uma vez que parece ser mais comumente associada a níveis de estrogênio no sangue. Uma das funções do estrógeno é ajudar a eliminar os resíduos de órgãos vitais e depositá-los onde eles serão  relativamente inofensivo. Segue-se, portanto, que a celulite geralmente forma-se  onde já existe uma camada de gordura, local onde  as toxinas podem ser armazenadas e ou escondidas em segurança. Quanto mais estrogênio  presente no organismo, mais celulite estará presente (Holey et al 1997).
De acordo com Ronsard (1992), a celulite aparece geralmente nas coxas e nádegas das jovens  meninas logo depois que eles começam a menstruar e isso tende a piorar com o tempo. Pode ser mais grave durante a puberdade e gravidez, e também no momento da ovulação. Muitas mulheres pós-menopausa relatam ter menos celulite  ou nenhuma, embora
possam ter tido antes da menopausa.

Causas: Embora não seja muito claro o que causa a celulite, existem  uma série de possíveis fatores que podem contribuir para o desenvolvimento ou agravando da condição:
 

Hormônios: As condições de saúde (tais como a síndrome do ovário policístico ou menopausa) ou pílula anticoncepcional, que alteram os níveis de estrogênio no sangue, pode afetar a eficiência do processo de desintoxicação do organismo.
 

Má circulação: o tecido subcutâneo pode não estar sendo  alimentado apropriadamente com nutrientes e oxigênio, e as toxinas do metabolismo e de  outros processos do organismo não podem ser removidos, e isto  pode levar a um risco de aumento  da formação de celulite.
 

Dieta desequilibrada: o corpo não recebe alimentos suficientes nutricional e pode ganhar  peso, isto pode  aumentar o aparecimento do efeito associado com a celulite. Um corpo acima do peso também pode não ser tão eficiente na remoção de excesso de toxinas e metabolitos (Cressy 1996).
 

Café em excesso, chá, cigarros, álcool e medicamentos: Isto pode levar  horas para o fígado promover o processo de desintoxicação. Algumas escolas acreditam que a celulite é causada pelo corpo que fica sobrecarregado com as toxinas, e este usa as células de gordura como espaço de armazenamento temporário. No entanto, quando o corpo se torna incapaz de lidar com o grande aumento destas toxinas, elas permanecem nas células adiposas, onde endurecem e ficam deformadas. Cigarro, vinho, paracetamol e outros medicamentos patenteados pode deixar resíduos no corpo que podem acumular-se para formar a celulite (Cressy 1996).
 

Falta de excercício: Inatividade pode provocar uma circulação lenta e o ganho de peso.
 

Stress e disfunção emocional: Se um indivíduo está "aprisionado”  ao passado, ou a uma experiência emocional, o corpo pode começar a ‘aprisionar’ seus próprios resíduos, armazenando assim  mais água, gordura e toxinas.
 

Respiração superficial: Oxigênio adequado é vital para a circulação e todo o processo do corpo.
 

Constipação intestinal:  Uma das principais causas de dores de cabeça, confusão e celulite (Price 2004)

Tratamento:
Muitos médicos ocidentais discutem  se a celulite realmente existe, e,  raramente a celulite é tratada  por médicos no Reino Unido,  uma vez que é considerada uma questão de vaidade, e não um problema de saúde.
Na França, porém, é levado muito a sério e tratada  por médicos e massagista.
Aromaterapeuta deve tratar os clientes com celulite ajudando-os a resolver quaisquer causas subjacentes, por exemplo, má alimentação e falta de exercícios, ou outros fatores que contribuem. No entanto, pode ser que a celulite esteja presente  simplesmente por  um desequilíbrio hormonal e, se este for o caso, recomenda-se  sinergias de óleos que tenham efeito equilibrador hormonal. 

A aromaterapia associada a uma dieta saudável, exercícios e massagem pode ajudar a estimular a circulação, melhorar a textura da pele, e promover a melhora da celulite ao longo do tempo. Contudo, se deve praticar a massagem com  cautela, pois a uma vez que se pratique massagem pesada, isto  pode liberar as toxinas de volta para a corrente sanguínea, causando com isto dores de cabeça.

Óleos Essenciais uteis para o tratamento da celulite:

Juniper Barry  - Juniperus Communis  
Ação – Lipolítico (queima gordura) e diurético

Alecrim - Rosmarinus Officinalis 
Ação – Diurético, desintoxicante e tonico

Limão - Citrus Limon  
Ação – Adstringente e lipolítico

Gerânio - Pelargonium graveolens
Ação -  Limpeza e equilibrador linfático

Fennel - Foeniculum vulgare
Ação -  Lipolítico, diurético e colerético (aumenta secreção da bilis)

Cypress - Cupressus sempervirens
Ação -  Adstringente, lipolítico e desintoxicante

Grapefruit - Citrus paradisi  
Ação – Adstrigente e lipolítico

Patchouli  - Pogostemon patchouli
Ação -  Limpeza e equilibrio linfático

Óleos vegetais carreadores:
Abacate – 
Ação – penetrante , rico em lecetina
Avelã - 
Ação -  leve e não gorduroso
Semente de uva -   
adstringente e circulatório

O cliente deve ser orientado a promover qualquer mudança necessaria que se ajuste a um estilo de vida saudavel.

Penny Price é Aromatherapy  Practitioner por aproximadamente 30 anos, dá palestras e cursos no Reino Unido e também fora de seu país. 
Ela é a fundadora da Penny Price Aromatherapy Ltd e da Penny Price Academy www.penny-price.com 
Ela é  também a atual conselheira da IFPA www.ifparoma.or para o programa de   Educação Profissional Continua para Aromaterapeutas.   



Tradução da matéria: Vera Lucia Guedes 

2 comentários:

Ana K. disse...

Ótimo texto!

vera_oneill@novafloressencia.com.br disse...

Obrigada Ana querida,
Seja sempre muito bem vinda.
Bjs bjs.