28 novembro, 2008

AS QUATRO ESTAÇÕES E A LAVANDA - POR VERA O'NEILL



Estação de renovação - é quando o frígido solo do inverno finalmente dá passagem para as plantas e flores, para que - ao despertarem de sua longa hibernação - nos ofereçam suas renovadas cores e fragrâncias e, juntamente com tudo isto, a esperançosa perspectiva do Renascimento.
A Lavanda na primavera reflete um novo crescimento, nutrição e esperança. Ela nos instiga a celebrar a renovação da vida, a liberar tudo que é velho e abraçar o novo – o excitante despertar de seu crescimento renovado, na estação da Primavera, permeia tudo ao seu redor, com inspiração fortalecida pela vida em sua plenitude.
Dar as boas vindas a outro ciclo de vida, utilizando o aromático Óleo Essencial de Lavanda, traz a oportunidade de regeneração, crescimento e cura.






A lavanda no verão, o espírito se expande e se eleva em direção à luz radiante do amor de Deus. Esta estação quente nos oferece longos dias e noites curtas.
Nos dias alegres de verão, nossos corpos recebem grande quantidade de luz - isto nos faz despertar a consciência da capacidade que o Sol tem de nos aquecer e nos energizar, bem como seu poderoso poder de cura.
A Lavanda oferece graciosamente seu precioso conteúdo terapêutico, no ápice do esplendor do Sol – ambos nos influenciam positivamente, tanto no nível espiritual quando no físico. Suas energias nos tornam luminosos e radiantes.
Assim como a luz do Sol tem o poder de nos elevar e nos energizar com sua resplandecente luz, a Lavanda também nos assiste na iluminação de nossos pensamentos e sentimentos.
Este conjunto de energias radiantes promove o fortalecimento de nosso espírito, iluminado, que se eleva em direção à Luz Divina do Amor de Deus.

Outono



Após a estação da florada, a Lavanda descansa; seus galhos secam nas plantas, e sua cor aprofunda-se para misturar-se com as matizes do outono. O outono é o meio do caminho entre o verão e o inverno, quando a recuo do sol cruza o celestial equador. Então, os dias e noites terão a mesma medida de tempo. Este é o momento de buscar pelo equilíbrio e a harmonia interna. A Lavanda, por sua habilidade adaptogênica, oferece-nos sua inestimável ajuda, para que possamos manter em ajustado alinhamento nossos pensamentos e sentimentos. Outono é tempo de colheita - é justamente quando notamos que as sementes que plantamos, amadurecem e se aprimoram, proporcionando o momento da colheita. As folhas mudam de cor, os dias encurtam-se e nosso espírito naturalmente se volta para o interior. Avaliamos nossa força e nossas fraquezas. Com a ajuda da Lavanda, haverá um esforço para desenvolvermos o fortalecimento das virtudes e minimizar as fraquezas. A Lavanda nos estimula a renovar o nosso pacto com a Presença Divina que habita em nós, reforçando nossos propósitos, reavivando nossa consciência e preenchendo nossos Seres de puro potencial divino.

Inverno


O inverno é tempo de escuridão, descanso e recuperação. Dá-nos a oportunidade de voltarmos para nosso interior e reforçarmos a conexão com nossa luz interna.
A Lavanda, no inverno, propicia-nos a capacidade de encontrarmos a força interior e nossas fontes de recursos internos - este é o tempo ideal para reafirmar nossa fé, com claras intenções. Esta estação promove e estimula atitudes criativas e ajuda-nos a restaurar nossa luz individual e a acessarmos nosso calor interno.
É nesta estação do ano que – apropriadamente - devemos voltar nosso foco para as ações, os relacionamentos e as coisas que são de fato importantes para nossas vidas.

Textos: Vera O'Neill
Imagens: Lavandes & Lavandins - Christiane Meunier
Provence des Lavandes -Plurielle et singuliére -Photos Gérard Sioen
Norfolk Lavender A family business

2 comentários:

Ana Karina - Moderadora Blog Universo Eco-Feminino disse...

Lindo! Lindo! Lindo!

;)

Beijos,
Ana.

ReginaOlive disse...

Vera querida!
Esse Blog está mais lindo a cada dia! a cada estação!
Conhecer V. foi um presente em 2008 e será uma benção reencontrá-la breve...muito breve...entre Lavandas!
Abração
Regina (Lavandula)